Coluna Poucas Boas: Codivap quer agilidade e vai daí que...


As águas caudalosas do rio cantam em louvor a própria força. As nuvens que as formam vão em silencio no céu
(Provérbio chines)
 
Por que Maringá pode e nós não?

Linha férrea em MaringáLinha frrea em Maring

Rebaixamento da linha férrea é coisa pra administração moderna! Quem pensa lá na frente, pensa no social. Uma nova avenida criada sobre os trilhos seria como ‘matar dois coelhos’. Resolve o problema dos trens que paralisam o fluxo de veículos e ainda cria uma nova artéria que otimiza o tráfego e altera o urbanismo.
Isso foi realizado em Maringá-PR, que concluiu o rebaixamento da linha férrea e mostrou que essa é a fórmula viável e mais econômica de  resolver os entraves causados pelo tráfego dos trens. 
Em Pindamonhangaba, o projeto já foi aprovado pelo Ministério das Cidades, mas e aí? 
 
Não quero crer que ainda há nessas terras férteis um quê de provincianismo e retrocesso que teima atrasar as mentes. Não consigo ver como brilhante a ideia de cavar túneis como se fôssemos tatus lesados, porque cada cidade tem o seu perfil. Túnel é ninho de assaltantes, é local para abordagens sobre moças atemorizadas que saem do emprego, local de ataques a trabalhadores que ficam a mercê da criminalidade.
Vale ressaltar: os recursos para o projeto do rebaixamento da linha são específicos para esse projeto e não pode haver o remanejo. 

Codivap quer agilidade e vai daí que...
DemissãoDemisso Ana Karin, prefeita de Cruzeiro, assumiu no início do ano a presidência do Consórcio de Desenvolvimento Integrado do Vale do Paraíba - Codivap e tem em mente muitas transformações para dar uma nova dinâmica de trabalho ao órgão.
No entanto, a presidente vem esbarrando em algumas dificuldades, dentre elas a renovação de alguns de seus setores, inclusive a coordenação do Consórcio, que hoje tem mais um caráter político do que administrativo. 
No burburinho de prefeitos, o comentário é que alguns personagens pensam ser os ‘donos’ do pedaço, mas, pra quem conhece a prefeita do Vale Histórico sabe que, não demora muito para que a gente veja uns e outros tomando o ‘caminho da roça’.

Prefeitos que caem
A prefeitada do país está com as barbas de molho com as implicações da Lei da Ficha Limpa. Mesmo após a diplomação, alguns governantes foram afastados do cargo mas entraram com efeito suspensivo para permanecerem no poder. 
Na região Metropolitana do Vale do Paraíba isso aconteceu com Ernane Primazzi (PSC) de São Sebastião, que foi condenado por corrupção eleitoral. Na campanha eleitoral de 2012, Primazzi teria prometido em comício, em troca de votos a regularização do loteamento Vila Bom Jesus. 

Prefeitos que recorrem
Essa espécie de ‘condição’ deu margens para que a Justiça Eleitoral entendesse como um caso de corrupção eleitoral. No dia 15, o juiz Guilherme Kirschner cassou o mandato do prefeito sebastianense e seu vice, alem de aplicar a multa de R$ 53.205,00. Ernani Primazzi recorreu e mantém-se no poder, mas a questão vai para a próxima instância. Caso o prefeito do PSC seja condenado em decisão definitiva, quem assume é o 2º colocado nas eleições: Dr Juan (PMDB).

Aprovaram contas de Peixoto
Em Taubaté, nada diferente, porque o urubu não sente o próprio cheiro e assim, as contas de 2008 do ex-prefeito Roberto Peixoto foram aprovadas. A população vem comentando nas redes sociais a forma com que alguns vereadores mudaram de posição, com a maior ‘cara lavada’. Vários deles que eram ferrenhos opositores e eram contrários a aprovação de contas do ‘Sósia do Gargamel’ ficaram pianinhos e deram voto a favor, casos de Digão e Graça. Muito sem graça isso, viu galera?
Contrariaram o parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que apontou uma pá de irregularidades. Enquanto todos nós queremos a política com ‘sangue no zóio’, vocês acham que isso é brincar de ‘pula cela’. O povo fica arcado e o político salta por cima!

Para que a população saiba
Vereadores que aprovaram as contas 2008 de Peixoto
Alexandre Vilela (PMDB), Luizinho da Farmácia (PR), Digão (PSDB), Graça (PSB), Jeferson Campos (PV), Neneca (PDT), Bilili (PSDB), Carlos Peixoto (PMDB), Noilton Ramos (PSD) e Salvador Soares (PT).
Vereadores que reprovaram as contas 2008 de Peixoto
Vera Saba (PT)., Pollyana Gama (PPS), Gorete (DEM), Joffre Neto (PSB), Diego Fonseca (PSDB), Douglas Carbonne (PC do B), João Vidal (PSB) e Pastor Nunes (PRB).

Isael assume Secretaria de Saúde
O nome de Isael Domingues, vice-prefeito de Pindamonhangaba correu de boca e boca durante as duas última semanas, devido à informação de que ele assumiria a Secretaria de Saúde do município na última segunda-feira ((18). O fato não ocorreu porque, de acordo com informações da Prefeitura, ainda não foi publicada a Portaria na imprensa do município, oficializando seu nome para a pasta.

O desafio!
Isael vai assumir o setor mais complicado de uma administração municipal, porque Saúde é guerra diária em todos os lugares. Um setor que demanda recursos, profissionais comprometidos e funcionários com sensibilidade. 
Para alguns amigos da imprensa e conhecedores da política, essa parece ser a ‘porta misteriosa’ do destino, que pode fazer com que o nome do vice-prefeito tenha grande destaque e se fortaleça no futuro político da cidade. Ou pode representar a derrocada, pelos motivos expostos acima, apesar da capacidade do profissional de medicina que ele Vito Ardito sabe disso, logicamente! Por sua vez, Isael tem experiência na profissão certamente não vai entrar nessa sem confiar no seu taco! 
Seria o mesmo que ir à balada e dançar com a própria irmã! 

Mais correria por aí
O que todos sabem é que Carmen Lúcia Antunes Rocha, ministra do Supremo Tribunal Federal e presidente do Tribunal Superior Eleitoral é uma jurista séria e tem feito jogo duro em todos os casos que envolvam irregularidades eleitorais.
Em Taubaté, o amigo jornalista Irani Gomes tem certeza que o prefeito Ortiz Junior não fica no cargo por muito tempo. 
Temos informação ‘quente’ que em duas cidades brasileiras (uma delas aqui do Vale do Paraíba) estão reabertos pedidos de impugnação de campanha e posse, porque as ações teriam sido ‘desviadas’ da investigação a ser realizada - antes da diplomação - pela ministra Carmen Lúcia Antunes Rocha. 
Sobre política no Brasil só acredito vendo, porque cavalo de bêbado conhece o caminho de boteco!

Jacaré não come alface
Semanalmente chegam dezenas de reclamações contra o setor de Esportes da Prefeitura de Pindamonhangaba, e claro, nós tentamos apurar ao máximo, porque, cá entre nós, jacaré não come alface.
Temos aqui um que vem de professores de Educação Física do município, onde vários trechos foram atenuados, com a permissão dos autores, porque, provavelmente foram redigidos no calor da indignação.
Para evitar represálias, os missivistas pedem que não sejam citados seus nomes.

Professores à beira de um ataque de nervos
Segundo a correspondência, há caso de mais de uma dezena de técnicos que pediram licença médica, entraram em depressão e coisa e tal, porque tudo mudou dentro da Secretaria de Esportes. Mas, alegam que a pressão é grande.
É citado o nome de um professor de Educação Física que pediu contas, devido a um problema com pais de alunos. Nunca tinha visto isso antes. 
E a gente sabe, tem pais que acham que seus filhos são ‘anjos’ e que o professor é mau caráter. 

Professores sem CREF?
Agora, a denúncia mais grave é que estaria (estaria) sendo preparada uma lista de contratação de pessoas, em cargos de confiança e muitos deles sem formação específica, para técnicos desportivos na Secretaria de Esportes com salário de R$ 3.000,00 (estranho, porque nem há competições agora).
Enquanto isso, sabemos que existem cerca de 80 professores formados, esperando vaga para as escolinhas da Secretaria. Os reclamantes dizem que o professor estudou quatro anos, se formou, tirou CREF e estudou para passar no concurso publico e ganham por mês 1800 mensais. A classe esta indignada!
Muitos deles eram do FAEP, que foi extinto por supostas irregularidades. Então, o que todos questionam é o seguinte: pelo FAEP não pode, mas como cargo político pode?

Prefeitura nega!
Nós entramos em contato com a assessoria de gabinete do prefeito Vito Ardito Lerário, que informou que as informações não procedem. Confiram:
Olá Ocimar,
Após checar informações com o secretário de Esportes, Leandro Galdino, segue as respostas das indagações enviadas por e-mail.
_  “Dezena de técnicos que pediram licença médica” - Existe o caso de duas professoras que pediram licença médica.
“Sobre demissões”
– Não há na secretaria nenhum registro de demissão.
_ Também não há registro de nenhum funcionário que tenha pedido desligamento da secretaria.
Contratações -Foi solicitado pelo Prefeito Vito Ardito Lerário e está em analise na secretaria de assuntos jurídicos a contratação de professores formados, por cargos comissionados e experiência para atenderem a demanda das escolinhas de esportes e lazer. Caso estes cargos sejam autorizados serão de confiança da secretaria de esportes.
Assessoria do Gabinete da Prefeitura

Monitorando geral
Em uma certa cidade da RMVale, o prefeito mandou buscar de muito longe um chefe para a Guarda Municipal e agora a ordem é a seguinte: Nenhum funcionário ‘goiabando’ por aí. Há registros na administração passada de viaturas cujo condutor ia buscar a patroa no trabalho, as crianças no colégio, ou o veículo ficava todo o final de semana na garagem do mesmo. 
O novo xerife mandou colocar chips de rastreamento nos carros pra não ter que reclamar depois que não consegue jogar fora o velho bumerangue.

E no Deptran?
No Departamento de Trânsito de Pindamonhangaba está Hélio de Paiva Reis, vindo de Guaratinguetá onde trabalhou com o prefeito Junior Filipo. O diretor do Deptran de Pinda prometeu também colocar todo mundo pra ‘jambrar’.
Em cada departamento é assim, sempre tem os ‘mestres-sala’ embaçando geral e ainda não resolvem nada. O internauta me pergunta: por que mestre-sala? Porque ele cerca a dama, dança em volta, faz o cortejo, apresenta pra todo mundo, mas não põe a mão e nem deixa ninguém encostar. 

Vacilo ou bacilo?
Há poucos meses, eu dentro do carro, cheguei a ver a seguinte cena: uma senhorinha - de idade bem avançada - esperou o sinal abrir e começou a passar. No entanto, andava com lentidão e parecia sentir dores. Não houve tempo para atravessar e o sinal fechou, enquanto os carros já vinham pra cima. A pobre mulher parecia cada vez mais desesperada.
Do outro lado, encostados no muro da escola Pujol, dois agentes de trânsito conversavam animadamente, e nem aí para o que ocorria em frente! Mó vacilo, né gente? Eu guardei esse tópico a sete chaves para postar hoje e vou acompanhar o trabalho do Paiva, par e passo! Acho que ele resolve! 
Aqui é missão de soldado: sempre alerta porque mar calmo não faz bom marinheiro!

 

anuncio