Mulher de 30 anos é o primeiro caso autóctone confirmado de chikungunya em Taubaté

Transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti, os sintomas da doença podem se manifestar de 2 até 10 ou 12 dias a partir do segundo dia após a picada do mosquito


Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue, zica e chikungunyaAedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue, zica e chikungunya (Foto : Divulgação)O primeiro caso autóctone de vírus chikungunya no município de Taubaté foi confirmado na tarde de ontem (11). A Secretaria da Saúde do município informou tratar-se de uma mulher de 30 anos, que passou a manifestar os sintomas da doença no mês de agosto. De acordo com a secretaria, a mulher passa bem.

Transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti, os sintomas da doença podem se manifestar de 2 até 10 ou 12 dias a partir do segundo dia após a picada do mosquito. Segundo protocolo do Ministério da Saúde, esse sintoma se assemelha ao dengue e zika e se caracteriza por febre de início súbito maior de 38,5°C, além de dor de cabeça e nas articulações, manchas na pele e coceira.

A doença pode se manifestar em pessoas de qualquer faixa etária, no entanto, com sintomas bem mais intensos em crianças e idosos.

Taubaté registrou no ano passado seis casos de Chikungunya, todos eles importados, segundo a Secretaria de Saúde. Quanto à dengue, foram 56 casos confirmados, sendo 52 autóctones.
O município não registrou casos de vírus zika.


Campanha de Multivacinação - Teve início nesta segunda-feira (11) a Campanha Estadual de Multivacinação. EmTaubaté, cinco unidades de saúde atendem os municípes e a imunização prossegue até o dia 22. O público alvo são crianças e adolescentes até 15 anos de idade.

De acordo com o município, estão disponíveis doses contra 18 tipos de doenças. A vacinação acontece nas UBS (Unidade Básica de Saúde) Mais Independência, Fazendinha, Aeroporto, Gurilândia e no Pamo (Posto de Atendimento Médico e Odontológico) do Mourisco.

A campanha visa colocar em dia a caderneta de vacinação das crianças e adolescentes. Sendo assim, é obrigatória a apresentação da carteirinha nas unidades. O horário de aplicação das vacinas é das 8h às 10h30 e das 13h das 15h30, à exceção da UBS Mais Independência que não fecha para o almoço.

No próximo sábado, dia 16, será o “Dia D” e a vacinação vai acontecer nestes cinco postos sem intervalos, das 8h às 17h.

Mais informações pelo telefone da Vigilância Epidemiológica de Taubaté: 3629-6232.

anuncio