Covid-19: Pinda inicia vacinação em adolescentes de 13 anos ou mais e antecipa a segunda dose do dia 07

A aplicação para 12 anos com comorbidades e 18 anos ou mais também continua; Vacinação contra gripe é mantida enquanto durarem os estoques


Covid-19: Pinda inicia vacinação em adolescentes de 13 anos ou mais e antecipa a segunda dose do dia 07Covid-19: Pinda inicia vacinação em adolescentes de 13 anos ou mais e antecipa a segunda dose do dia 07 (Foto : Divulgação)

Nesta quinta-feira (02), a Secretaria de Saúde de Pindamonhangaba inicia a aplicação da primeira dose da vacina contra a Covid-19 em pessoas de 13 a 17 anos; e mantém para as de 12 anos com comorbidades e 18 anos ou mais.

A segunda dose de Astrazeneca e Coronavac marcada para o dia 07 de setembro, também foi antecipada para hoje.

Todos precisam levar um documento de identificação (RG ou CPF), comprovante de endereço e o termo de vacinação preenchido, originais e cópias. Além disso, todas as pessoas devem preencher o termo de vacinação Estadual pelo site www.vacinaja.sp.gov.br.

Primeira dose para pessoas com 13,14, 15, 16 e 17 anos sem comorbidades

- Das 8 às 11 horas: Cidade Nova, Vila Rica, Nova Esperança, Ciaf, Cisas, Ipê 2.

Primeira dose para adolescentes de 12 com comorbidades

- Das 8 às 11 horas, Cidade Nova, Vila Rica, Nova esperança, Ciaf, Cisas, Ipê 2.

Primeira dose para pessoas com 18 anos ou mais

- Das 8 às 11 horas, no Shopping Pátio Pinda.

Primeira Dose para Gestantes e Puérperas com 18 anos ou mais

- Das 8 às 11 horas e das 13 às 15 horas; na sala de vacina do Ciaf

Segunda dose do dia 07 de setembro antecipada para esta quinta-feira (02)

Astrazeneca: das 13 às 16 horas; Nova Esperança, Ipê 2, Ciaf, Cidade Nova, Shopping Pátio Pinda.

- Das 9 às 15 horas; Parque da Cidade (preferencialmente para funcionários da educação, conforme a data da carteirinha).

Coronavac: das 13 às 16 horas; Cisas, Vila Rica.

-Das 8 às 11 horas; Shopping pátio Pinda.

Veja quais são as comorbidades definidas pelo Governo do Estado:

Insuficiência cardíaca, cor-pulmonale e hipertensão pulmonar, cardiopatia hipertensiva, síndrome coronariana, valvopatias, miocardiopatias e pericardiopatias, doença da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas, arritmias cardíacas, cardiopatias congênitas no adulto, próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados, diabetes mellitus, pneumopatias crônicas graves, hipertensão arterial resistente, hipertensão arterial estágio 3, hipertensão estágios 1 e 2 com lesão e órgão alvo, doença cerebrovascular, doença renal crônica, imunossuprimidos, anemia falciforme, obesidade mórbida, cirrose hepática/cirrose A, B ou C, HIV, AVC, doenças neurológicas, deficiência neurológica grave, esclerose múltipla, esclerose lateral amiotrófica e doenças hereditárias degenerativas do sistema nervoso ou muscular.

OBS: Quem perdeu a carteirinha de vacinação da Covid-19, procurar o posto que irá tomar a próxima dose e pedir a segunda via, necessário levar um documento com foto e preferencialmente informar o dia que tomou a primeira dose.

Vacinação Gripe

Pindamonhangaba também segue com a terceira etapa da vacinação contra o vírus da gripe (influenza H1N1) nesta quinta-feira (02), enquanto durarem os estoques. A terceira fase será para todos os públicos, sendo necessário levar documento de identidade.

Devido ao volume de vacinas, os locais para a vacinação foram reduzidos. Para esta fase, a aplicação será de segunda a sexta-feira, das 8 às 11h e das 13 às 16h, apenas no ESF Cruz Grande.

Em virtude da vacinação contra Covid-19, o público deve ficar atento às recomendações do Ministério da Saúde. A imunização contra influenza só poderá ser feita 15 dias antes ou após a vacinação contra coronavírus.

Desta forma, é recomendado que as pessoas que estão recebendo doses da Coronavac/Butantan não recebam a vacina contra influenza entre a primeira e a segunda dose contra Covid-19, pois esse intervalo é de até 28 dias e, portanto, pode não respeitar o período recomendado de 15 dias entre a vacina contra um vírus e outro.

Assim, esse grupo poderá receber a vacina contra influenza 15 dias antes da primeira dose contra coronavírus ou 15 dias após a segunda dose.

As pessoas que estão sendo imunizadas contra Covid-19 com a AstraZeneca/Oxford/FioCruz e Pfizer, que possuem intervalo médio de 3 meses, é perfeitamente possível ser vacinado contra influenza entre a primeira e a segunda dose contra coronavírus, pois o período mínimo de 15 dias entre um tipo de vacina e outro seria respeitado.

anuncio