"Cuide bem do Seu amor"! Feliz Pascoa!

cuide do "Seu amor", enquanto está aí, do seu lado, mesmo que seja na tela do celular, é tempo de isolamento, para perceber este "Seu amor", ou quanto "Esse amor" lhe falta... 


"A vida sem freio me leva, me arrasta, me cega", nas palavras do poeta Herbert Viana,
Distancia e impede que se "cuide bem do seu amor, seja quem for"! Então? Como está o cuidado com "seu amor", nesses dias de crise? "Seu amor", no sentido do sentimento que lhe move e impeli para o Outro, ou "Seu amor", como a pessoa do Outro, que ama. Peço desculpas, talvez não devesse escrever, somente silenciar, observar, olhar em volta, à minha volta, à nossa volta! Perceber nosso entorno, contorno, a quem estamos ligados, conectados... 

O medo, ansiedade e angustia de cada um, são de todos nós, embora muita gente ainda não perceba, somos um grande corpo, articulado, vivo, parte uns dos outros! Assim é o mundo, assim somos nós...por isso não há como viver sozinhos, separados uns dos outros. Não somos uma ilha, mas o mundo é uma grande ilha de todos nós! Já percebeu? 

Somos conectados, pelo amor que vincula e liga ao Outro, por onde passa vida, energia, ar, "sopro de vida", mas, olha que incrível a falta deste mesmo amor, que cria o "distanciamento", ruptura, abismos, também nos une, nos conecta! Será? Já pensou? O Amor que nos une, é uma ponte que nos liga, assim como a falta deste mesmo amor, uma ponte de ligação de sentimento! Se estamos desconectados pelo amor, estamos conectados por sua falta, é uma reflexão que pode ajudar no entendimento, nessa viagem que o mundo todo está passando, atravessando, como queiram entender, ou falar...  

Se é na crise, nos "apertos que mostramos quem somos", cada um pode se ver e ver o outro também, em casa, por onde passa, ou "não deveriam passar, se obedecessem a quarentena", nas Redes Sociais... 

E o que se vê? A medida de cada um, o que tem de amor, ou da sua falta...Todos sem exceção, desde os líderes das nações mais importantes desse planeta, aos que conhecemos ao nosso lado, expondo o quanto tem de amor, e o quanto lhes falta... 

Se o mundo é uma grande ilha, é o amor que nos une, e quem não se sente ligado nesta ilha de amor, são os que em seus atos, expressões, gritam para este mundo, o que sentem, à Sua falta de amor, sejam quais forem estas pessoas...quais papéis exerçam, vivam! Entre o "ficar em casa", ou "estar fora da casinha", ansiedade, se torna angustia, e o tempo não sabemos, como se comportará no seu papel de remédio...

E como o tempo pode ser não só o remédio, mas a vacina, para combater a pandemia, em todos os sentidos, é tempo de cuidado de Si e dos Outros", "ficar em casa", para garantir, ao menos que todos que contraíam o coronavirus, tenham direito ao tratamento adequando, e oportunidade de continuar a viver... 

Então, faça um esforço, se não por Você, que seja por cuidar do "Seu amor, seja quem for", e podemos afirmar, que todos temos um "Seu amor", para cuidar, ou que deveríamos estar cuidando... 

O reconhecimento de quem está próximo, entender o que nos está vinculando, afetando, é o passo, é a direção, se há amor, a ponte se fortifica, se há falta de amor, pode-se construir ponte! É a "Páscoa que o mundo, esta grande ilha está passando, literalmente", e você, pode contribuir, construir... 

Quando publiquei o último artigo, e você pode ler nesta Coluna, não imaginava o que nos estava reservado, ter um membro amado na família, na UTI do hospital, lutando pela vida, contra o coronavírus, mas aconteceu... 

Sofremos, e sentimos, nesta luta pela vida, que não estávamos sozinhos, as orações, a ponte de amor dos amigos de diversas religiões e crenças, familiares, nos sustentaram e amparam, e fizemos a passagem, a "páscoa"... 

Então, o que escrevi até este momento, foi dizer, cuide do "Seu amor", enquanto está aí, do seu lado, mesmo que seja na tela do celular, é tempo de isolamento, quarentena, confinamento, para perceber este "Seu amor", ou quanto "Esse amor" lhe falta... 

O Arthur, "Graças a Deus", está bem, sobreviveu, resistiu, a "ponte de amor das orações" e os bons cuidados dos profissionais de saúde, a UTI devidamente preparada, garantiram-lhe a vida, como Ele mesmo disse: "obrigado, vou agora viver esta segunda chance que Deus me deu"! Mas, sabemos, que se não fizermos o suficiente da nossa parte, cada um no seu papel, nas suas práticas, muitos não terão esta mesma oportunidade! É muito sério, "é a vida do Seu amor"... 

Mesmo que não concorde com o isolamento, quarentena, distanciamento, mesmo que ainda continue, no discurso de "direita, esquerda", ou em desacordo com posicionamentos contrários, não faça então por você, faça por "Seu amor"...  

Faça a ponte de amor, corrente de amor, siga do jeito da sua fé e crença pedindo que abrevie estes dias de sofrimentos e angustias para tantos no mundo, e que breve terminando esta pandemia...e quanto a nós: "façamos para o outro, tudo o que gostaríamos que fizessem para nós" (Mateus 7,12), assim as pontes se edificam, e faremos a passagem, a Páscoa... 

Certo é que esta Páscoa, está sendo como nunca foi antes, ou como deveria ter sido sempre, a Sua Páscoa, a Páscoa de todos nós...passagem para o Amor... 

Grande abraço a todos, deixe aqui seus comentários! Obrigado de coração...Feliz Páscoa!

anuncio