Variante Ômicron: Influencer de Caçapava fica 'presa' na Africa do Sul após cancelamentos de voos

Mariana Couto está na Cidade do Cabo sem poder retornar ao Brasil, após companhias aéreas cancelarem voos; Brasil fechou fronteiras nesta segunda (29).


Mariana Couto, de Caçapava, está na Cidade do Cabo e não sabe quando voltará ao Brasil.  (Foto: Reprodução)Mariana Couto, de Caçapava, está na Cidade do Cabo e não sabe quando voltará ao Brasil. (Foto: Reprodução)

A caçapavense e influencer digital, Mariana Couto, de 23 anos, está na Cidade do Cabo, na África do Sul. Ela viajou a passeio com um amigo e chegou na África do Sul no último dia 17. A viagem de dez dias, terminaria no último sábado, dia 27. Entretanto, com a disseminação da nova variante da Covid-19, a variante Ômicron, a influencer não conseguiu voo de volta ao Brasil. A partir desta segunda-feira (29), o Brasil fechou as fronteiras para seis países da África, incluindo a África do Sul.

Mariana chegou a testar positivo para a Covid-19, mas garante que não foi infectada com a nova variante. 

Pelas redes sociais, a influencer digital conversou com a coluna Inside:

Qual sua expectativa em relação a esse momento que está vivendo ai?

Fiquei desesperada no primeiro momento, com todos os voos sendo cancelados. Agora a expectativa é que o governo [brasileiro] disponibilize voos de repatriação ou as companhias aéreas retornem. O momento é para aguardar e cuidar da saúde mental.

Você acabou contraindo a doença. Teve a confirmação se foi a nova variante? Há quanto tempo você recebeu o diagnóstico da doença? Teve algum sintoma?

Peguei Covid-19 e não é a nova variante. Positivei no exame de volta, do dia 25 de novembro. Tive sintomas gripais, mas já não transmito mais a doença. Viajei com um amigo e o teste dele deu negativo.

Como está o contato com a agência que ficou responsável pela viagem?

A agência de viagem não consegue remarcar o voo. Hoje uns conhecidos que estão na mesma situação foram ao consulado brasileiro de Capetown. Eles também não deram uma solução e nem data de volta. Não estão auxiliando com os gastos, nem nada. Estamos por conta e sem saber por quanto tempo ficaremos.

Você fez seguro viagem incluindo a Covid-19?

Eu fiz sim. Eu pedi para colocar Covid-19, mas não sabia que a parte de hospedagem e alimentação não estariam inclusos, caso acontecesse algo. Então eles cobriram o meu voo, que é até 4 mil dólares. Achei que eram reais mas são dólares. O restante está sendo por conta mesmo.

Você possui dinheiro suficiente para se manter na cidade do Cabo?

Quando saímos para uma viagem, nós organizamos para gastos num determinado período de tempo. Já contatei o consulado e informei que não consigo me manter por muito tempo. Mudei de hotel para um hostel, para algo mais barato, mas mesmo assim os custos são altos. Não sei por quanto tempo conseguirei me manter.


Variante Ômicron

A nova variante foi detectada e no dia 26 de novembro a Organização Mundial da Saúde (OMS) a classificou como uma variante de preocupação. A B.1.1.529 teve o nome de "ômicron". Ela está no mesmo grupo que outras variantes de preocupação como alfa, beta, gama e delta.

A Ômicron foi descoberta na África do Sul e a preocupação em especial é por causa das 50 mutações que existem e mais de 30 na proteína 'spike', como se fosse uma 'chave' que o vírus utiliza para se introduzir nas células e que é um direcionamento na maior parte das vacinas contra a Covid-19. As evidências sugerem que essa nova variante pode facilitar a reinfecção.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse neste domingo (28) que os mesmo cuidados tomados com as outras cepas será tomado com a Ômicron.

"É uma 'variante de preocupação' e não uma 'variante de desespero'. A principal arma que nós temos para enfrentar essas situações é a nossa campanha de imunização [...] E as autoridades sanitárias dos estados e dos municípios, com o Ministério da Saúde, estão trabalhando para que tenhamos uma segurança cada vez maior", disse o ministro durante uma live em suas redes sociais.

A nova variante até o momento foi detectada com casos confirmados na África do Sul, Alemanha, Holanda, Dinamarca, Bélgica, Itália, Botsuana, Israel, Austrália, Reino Unido e Hong Kong.

Mariana Couto durante viagem para a África do Sul. A foto foi publicada em suas redes sociais. (Foto: Reprodução). Mariana Couto durante viagem para a África do Sul. A foto foi publicada em suas redes sociais. (Foto: Reprodução).

Veja o vídeo feito por Mariana e publicado nas redes sociais:

____________________

*Marcos Bulques é jornalista formado pela Universidade do Vale do Paraíba e pós-graduado pela Universidade de São Paulo. Atuou em rádio, televisão e assessoria de imprensa.  Há 13 anos assina a coluna Inside do AgoraVale. 

anuncio