Alstom Taubaté anuncia expansão da fábrica e firma acordo de capacitação com o Senai

Com esta parceria, cerca de 700 profissionais serão capacitados para atuarem na unidade Alstom de Taubaté



Nesta terça-feira (5), a Alstom, que há mais de 65 anos participa ativamente no desenvolvimento do setor metroferroviário do Brasil, anunciou a retomada de produção e a expansão de sua unidade em Taubaté. A empresa também firmou parceria com o SENAI "Félix Guisard" para capacitar os futuros profissionais que atuarão na unidade industrial.

O evento contou com a presença do Governador de São Paulo, João Dória, do Secretário Estadual dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, do diretor do Senai Taubaté, Fernando Gonçalves, do Vice-Presidente Sênior da Alstom para a América Latina, Michel Boccaccio, além de outas autoridades da empresa, assim como representantes estaduais, municipais e da iniciativa privada, como empresas clientes Acciona e CCR.

A expansão da unidade ocorre para atender a demanda de produção de componentes que serão usados nas linhas 6-laranja, 8-diamante e 9-esmeralda, da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).

Além destes projetos nacionais, a Alstom também fabricará na unidade de Taubaté os trens para a fase dois da Linha Circular e para a extensão da Linha 7 do Metrô de Taipei, em Taiwan, além da nova linha M5 do Metrô de Bucareste, na Romênia.

"Essa é uma data muito importante, da retomada da produção nesta grande fábrica que, acreditando na região do Vale do Paraíba, no estado de SP e no Brasil, aqui fez investimentos expressivos. E agora retoma com grande força, com cinco novos contratos nacionais e internacionais para fornecimento de mais 130 trens. Isso é o renascimento da indústria de trens no Brasil. Isso tem importância estratégica para o Brasil", destacou João Doria.

Essa iniciativa vai gerar 750 postos de trabalho no Estado de São Paulo, e cerca de 700 dessas posições serão abertas para atuação na unidade de Taubaté e 50 na planta em São Paulo. Para atender aos projetos, a Alstom está investindo cerca de 14 milhões de euros em modernizações e adaptações da sua fábrica, com o objetivo de iniciar a produção dos novos projetos a partir de 2022.

O diretor da faculdade de Tecnologia SENAI de Taubaté, Fernando Gonçalves em entrevista para o AgoraVale, explica o porquê dessa parceria ser de grande importância para o município.

"O projeto Estação Taubaté em parceria com a Alstom é muito importante, pois historicamente o Senai Taubaté passou por um grande desafio em 2014, precisando selecionar mais de 6.600 profissionais capacitados para a unidade. Mesmo com os altos e baixos após o grande desafio de 2014 e pela pandemia, hoje estamos inaugurando este projeto, mostrando nossa competência perene durante todas nossas décadas de formação profissional. Após todo esse tempo, essa grande empresa voltou a procurar o Senai e isso é muito gratificante para nós, pois isso nos dá a percepção de o que estamos oferecendo para a comunidade é de grande valor e qualidade, também atendendo tecnologicamente as necessidades das empresas", declara.

Michel Boccaccio, Vice-Presidente Sênior da Alstom para a América LatinaMichel Boccaccio, Vice-Presidente Sênior da Alstom para a América Latina (Foto : AgoraVale)

Para Michel Boccaccio, Vice-Presidente Sênior da Alstom para a América Latina, "com 65 anos de Brasil recém comemorados, é de extrema importância e satisfação para a Alstom poder continuar impactando positivamente a vida das pessoas. Investir no país e saber que a empresa é a responsável pela mobilidade de milhões de pessoas em grandes cidades como São Paulo e seu entorno, além de Taipei e Bucareste, é motivo de grande orgulho para todos os funcionários da Alstom no Brasil".

Os cinco novos projetos que serão fabricados na unidade da Alstom em Taubaté, estarão em produção entre final de 2021 e meados de 2028.

LINK: para cadastro dos interessados

anuncio