Festival de Inverno de Campos do Jordão chega à sua 52ª edição inspirado no modernismo

Evento é reconhecido como o maior e mais tradicional de música clássica da América Latina


O Festival de Inverno de Campos do Jordão chega à sua 52ª edição com programação artística e pedagógica entre os dias 02 e 31 de julho.
Serão ao todo 84 concertos, sendo 90% deles gratuitos, em cinco locais espalhados por Campos do Jordão: o tradicional Auditório Claudio Santoro, no Parque Felicia Leirner (apresentações de sexta a domingo); o recém-inaugurado Parque Capivari (sábados e domingos); o Palácio Boa Vista, com concertos na Capela de São Pedro e em um palco externo (sábados e domingos); e a histórica Igreja de Santa Teresinha, no centro da cidade (sextas-feiras).
A Sala São Paulo também uma agenda diária de apresentações divididas entre a Sala de Concertos e a Sala do Coro, e ênfase em apresentações de Artistas do Festival.
No módulo pedagógico, o Festival de Campos do Jordão receberá ao todo 142 alunos e 52 professores, que juntos vivenciarão mais de 1.000 horas-aula ao longo de quase um mês de Festival. Estão programadas seis masterclasses com professores de destaque no cenário musical internacional.
Além disso, o Prêmio Eleazar de Carvalho contemplará o bolsista que mais se destacar nessa edição, concedendo uma bolsa de US$ 1.400 mil (um mil e quatrocentos dólares) mensais para estudar por um período de até nove meses em uma instituição estrangeira de sua escolha, além de ter cobertas as despesas de translado entre o Brasil e o exterior. A Fundação Osesp poderá premiar outros bolsistas que se destacarem durante as atividades com bolsas na Academia de Música da Osesp.

 

anuncio