Centro de Segurança e Inteligência agiliza soluções de crimes em São José dos Campos

Minicentrais com sistema integrado melhoraram a segurança em toda a cidade


Com o objetivo de agilizar as investigações e as soluções de crimes, a Prefeitura de São José dos Campos disponibilizou minicentrais do Centro de Segurança e Inteligência (CSI) para as forças de segurança instalarem em suas sedes, o que permite o monitoramento das imagens em tempo real e o acesso ao armazenamento das gravações.

O sistema integrado foi implementado na Guarda Civil Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e unidades estratégicas da Prefeitura. O incremento tem contribuído para o aumento de prisões de autores de crimes, recuperações de carros furtados e roubados, ampliação nos índices de elucidações de crimes e respostas mais rápidas e eficientes à população, ampliando a segurança pública.

O CSI iniciou suas atividades em abril último com a instalação de mil câmeras com reconhecimento facial e tecnologia de ponta em todo o município. É mais uma ação do programa São José Unida, que contribuiu para que a cidade passasse a registrar, desde 2019, os menores índices de criminalidade desde 2002, com queda constante das taxas. A implantação do CSI e a instalação das mil novas câmeras integram o Plano de Gestão 2021-2024 e as ações do programa São José Unida.

Bons resultados

Lideranças das forças de segurança destacaram as vantagens do sistema integrado para garantir mais segurança à comunidade. "A minicentral instalada pela Prefeitura aqui na Polícia Federal e todas as ferramentas do CSI têm nos auxiliado muito na identificação de veículos utilizados em crimes e em diversas outras investigações em um tempo muito menor e com mais precisão", disse o delegado-chefe da Polícia Federal de São José, Cleyber Malta.

"A minicentral do CSI que a Prefeitura nos disponibilizou e as mil novas câmeras em toda a cidade aumentaram bastante nosso leque de atuação em relação aos veículos que circulam pela Dutra e estejam envolvidos de alguma forma em crimes em São José", afirmou o inspetor Fábio Teodoro, chefe da Delegacia da Polícia Rodoviária Federal em São José.

Mais segurança

Com o programa São José Unida e o CSI, o índice de solução de homicídios em São José atualmente é de 84%, bem acima da média nacional, que é de 30%.

"O investimento da Prefeitura disponibilizando a minicentral do CSI para a Polícia Civil com toda esta tecnologia que o sistema oferece tem contribuído muito com as investigações e soluções de crimes na cidade", disse o delegado titular da Divisão Especializada de Investigações Criminais (DEIC) de São José, Múcio Mattos Monteiro de Alvarenga.

"Em São José temos o programa São José Unida e contamos com o CSI, que se apresenta com tecnologia de última geração e se alinha às perspectivas da nossa instituição para oferecer um serviço de primeira linha à comunidade, permitindo respostas rápidas e precisas", afirmou o tenente-coronel Antônio Moura Pires, comandante do 46º BPMI (Batalhão de Policiamento Militar) de São José dos Campos.

As minicentrais do CSI

- Guarda Civil Municipal

- 46º BPM/I (Batalhão de Policiamento Militar do Interior)

- 1º BPM/I (Batalhão de Policiamento Militar do Interior)

- Copom (Centro de Operações da Polícia Militar)

- Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais) da Polícia Civil

- Polícia Federal

- Polícia Rodoviária Federal

- Paço Municipal

- Secretaria de Mobilidade Urbana

anuncio