Obras de conclusão dos contornos da Rodovia dos Tamoios são retomadas pelo Governo de São Paulo

Os serviços da obra serão realizados nos contornos entre Caraguatatuba e São Sebastião


Obra de conclusão dos contornos da Rodovia dos Tamoios são retomadas pelo Governo de São PauloObra de conclusão dos contornos da Rodovia dos Tamoios são retomadas pelo Governo de São Paulo (Foto : Governo do Estado de São Paulo)

Na manhã desta terça-feira (21), o Governador João Doria acompanhou a retomada das obras para a conclusão dos contornos da Rodovia dos Tamoios (SP-99) em Caraguatatuba e São Sebastião. O acordo firmado entre o Governo de SP e a Concessionária Tamoios, que assumiu as obras, prevê o investimento de R$ 1,5 bilhão e a geração de até 2 mil novos empregos diretos no Litoral Norte.

"Essa é uma das obras de maior investimento do Governo do Estado de São Paulo. Estamos aqui fazendo um investimento de R$1,5 bilhão", destacou Doria. "Um dos trechos vai ligar Caraguatatuba a Ubatuba e, o outro, Caraguá a São Sebastião. Além do escoamento da produção e das melhorias para o Porto de São Sebastião, vamos lembrar que o turismo é a essência dessa região. Com esta obra sendo executada, muito em breve teremos mais segurança, confiança e aumento do turismo", completa.

O projeto dos contornos possui um total de 33,9 quilômetros de extensão e significa mais segurança viária em um novo corredor logístico para o Porto de São Sebastião e os polos de turismo do Litoral Norte. Os trabalhos envolvem serviços de complementação da construção de 46 obras de arte especiais - entre pontes e viadutos, seis conjuntos de túneis, além da ligação do Contorno Sul com a rodovia SP-055.

Com a conclusão das obras, será possível agilizar o escoamento dos polos de agronegócios, produção siderúrgicas, máquinas e equipamentos para o Porto de São Sebastião, já que caminhões e carretas farão o acesso sem a necessidade de adentrarem no viário municipal. O investimento ainda contribuirá para impulsionar o desenvolvimento socioeconômico da região, incrementar o turismo e gerar novos postos de trabalho e renda, beneficiando diretamente mais de 249 mil habitantes nos municípios de Caraguatatuba, São Sebastião e Ilhabela.

O secretário estadual de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto, afirma que "A conclusão dos Contornos da Tamoios representa um ganho enorme para todo o sistema logístico de São Paulo, e será capaz de dar um salto no desenvolvimento econômico do nosso país. Uma obra moderna, que vai impactar positivamente o momento presente e as futuras gerações".

Os usuários da Tamoios também poderão acompanhar de perto o passo-a-passo das obras, por meio de uma Ouvidoria específica, para esclarecer dúvidas e receber sugestões de quem mais transita pela rodovia.

A Ouvidoria pode ser acessada pelo e-mail ouvidoria@concessionariatamoios.com.br ou pelo telefone, de segunda a quinta-feira, das 8h às 18h, e às sextas-feiras, das 8h às 17h, através do número (12) 3924-1197. Em caso de emergência, o 0800-545-0000 também estará à disposição da população.


Cronograma

O trecho Caraguatatuba sentido Ubatuba, primeira parte do empreendimento, passará por novas intervenções de complementação de obra de arte e pavimentação. Este ponto encontra-se 80% concluído. O prazo para conclusão total é o primeiro trimestre de 2022.

Já o segundo trecho, entre Caraguatatuba e São Sebastião, hoje com 60% de execução, receberá obras de construção de acessos ao Porto de São Sebastião. A entrega está prevista para o fim de 2023. Para acelerar o ritmo, as obras dos dois trechos serão tocadas em 17 frentes de trabalho simultâneas.

O novo cronograma foi definido após negociação da Secretaria de Logística e Transporte-SLT, da Secretaria de Governo e da Agência Reguladora de Transportes (ARTESP) com a Concessionária Tamoios, que já executa serviços de duplicação no trecho em serra da Rodovia dos Tamoios - a serem finalizados em fevereiro de 2022.

O acordo foi oficializado no último dia 27 de agosto, no Palácio dos Bandeirantes, quando o Governo de SP assinou o contrato para a incorporação e retomada das obras dos contornos pela concessionária. Os serviços foram paralisados em 2018, na gestão anterior, e os atuais entendimentos destravaram a obra.

O diretor-geral da ARTESP, Milton Persoli, destaca que "Com os veículos pesados circulando pelo anel viário, haverá a separação do trânsito urbano local e de longa distância, o que vai diminuir o gargalo, principalmente durante a alta temporada. Além disso, a finalização da obra reduzirá o número de acidentes e estimulará o desenvolvimento, atraindo mais empresas para a região".

anuncio