Embraer divulga orientações técnicas para higienização em aeronaves comerciais

Tecnologia também está disponível em jatos executivos da empresa


A Embraer divulgou orientações técnicas para aplicação de luzes UV-C para higienização do cockpit, assim como desinfetantes de longa duração para cabine das aeronaves comerciais da empresa. De acordo com essas especificações, a utilização de luzes UV-C no cockpit irá eliminar o vírus da Covid-19. Já os desinfetantes, compatíveis com os materiais das aeronaves, foram desenvolvidos com base em extensos testes e facilidade de aplicação para todas as superfícies na cabine de passageiros e no cockpit.
 
"A Embraer está trabalhando continuamente na busca de soluções que auxiliem seus clientes e suas operações," disse Johann Bordais, Presidente e CEO da Embraer Serviços & Suporte. "O principal objetivo destas orientações é eliminar ou inativar efetivamente um microrganismo ou vírus tanto no cockpit quanto na cabine de passageiros por meio de um procedimento fácil e eficaz."
 
O documento inclui informações para as aeronaves comerciais EMB 120 Brasilia e as famílias de jatos ERJ 145, de E-Jets e de E-Jets E2. Atualmente, há mais de 100 clientes que operam uma frota de quase 2.500 aviões comerciais da Embraer em mais de 80 países.
 
Em dezembro de 2020, a Embraer divulgou orientações técnicas para auxiliar clientes a definir corretamente as características e os requisitos de carga para o transporte das vacinas contra a Covid-19 utilizando os aviões comerciais da Empresa. O transporte de vacinas contra a Covid-19 requer temperaturas muito baixas, que só podem ser mantidas com a utilização de gelo seco. Um avião da Embraer pode transportar mais de cem mil vacinas, dependendo da configuração do avião e dos recipientes utilizados. As orientações divulgadas incluem informações técnicas como, por exemplo, a forma como os operadores devem carregar e descarregar cada aeronave.
 
Em relação aos produtos da Embraer, a Empresa divulgou um Boletim de Serviços que permite aos operadores das aeronaves ERJ 145 a instalação dos filtros HEPA de alta eficiência, que já são padrão de série em todas as versões das famílias de E-Jets e de E-Jets E2 de jatos comerciais. Os filtros HEPA são extremamente eficientes, capturando 99,97% das partículas transportadas pelo ar e outros contaminantes biológicos, como bactérias, vírus e fungos. Essa tecnologia também está disponível nos jatos executivos da Embraer, com os filtros HEPA sendo padrão nos jatos Praetor 500 e Praetor 600.
 
A Embraer também aprovou o uso de MicroShield360 e Bacoban, sistemas desinfetantes preventivos de longa duração que, quando aplicados no interior das aeronaves, inibem continuamente o crescimento de microrganismos, vírus e bactérias. A combinação desses novos recursos com os já existentes equivale a um maior nível de proteção para os passageiros.