Trabalhar na educação superior: os desafios do professor universitário na educação de qualidade

Atuação de docência universitária exige comprometimento e conhecimento profissional, tanto em universidades públicas, como privadas


A escolha da carreira profissional vem desde as primeiras perguntas da família quando questionam o que você quer ser quando crescer, e normalmente vem acompanhada da resposta "quero ser professor!", talvez por ser a referência de atividade mais próxima de cada um de nós. Porém, no momento de optar pela formação educacional, a grande maioria dos jovens se encaminha para outras áreas, mas, sem dúvida alguma, sempre haverá um professor para prepará-los.

Independentemente do nível de atuação do docente, seja na educação infantil, ensino fundamental, médio e superior, ou na pós-graduação, mestrado e doutorado, tem de estar muito claro os desafios que enfrentará no decorrer da sua formação, assim como na atuação em sala de aula.

A atuação da docência universitária exige conhecimento e dedicação na rotina de trabalho, onde a responsabilidade é enorme, visto estar comprometido diretamente na formação de profissionais, assim como na própria atualização constante.

O campo de trabalho do professor universitário é bastante amplo, seja em entidades particulares ou públicas, mas exige do docente conhecimento e dedicação, além de formação especializada e didático-pedagógica. Vale ressaltar que a remuneração salarial varia de acordo com a sua experiência, qualificação educacional e a política de recursos humanos da instituição de ensino contratante.

Os desafios da carreira da docência no ensino superior não estão restritos apenas ao enfrentamento de uma sala de aula repleta de alunos, ou, em tempos de pandemia do COVID-19, encarar a tecnologia das aulas online, apesar de que muitas faculdades incrementaram no seu currículo o ensino a distância. Para conquistar com sucesso essa profissão, veja algumas dicas.

- Qualificação: não basta apenas uma licenciatura e a formação técnica - muitas vezes, é necessária uma pós-graduação lato sensu e até mesmo um mestrado acadêmico.

- Treinamento: tanto na licenciatura, como no mestrado e doutorado, o estudante deverá estagiar na área da docência. Desta forma, conseguirá preparar-se com maior segurança diante do desafio de lecionar, ressaltando que cursos de extensão e palestras presenciais ou à distância contribuem de forma significativa nessa prática.

- Atualização: de forma constante, buscá-la, participando de palestras, seminários e outros eventos, leitura de publicações científicas, ou através de grupos de estudos e troca de experiências - na verdade, estar atento às novidades da sua área.

Com os pontos acima em mente, a possibilidade de atuação no ensino superior é ampla nas instituições privadas e públicas, seja municipal, estadual ou federal, sendo que para elas existem os editais seletivos, como, por exemplo, o concurso UnDF (Universidade do Distrito Federal), que dispõe de vagas para docentes,  vale destacar que a docência do ensino superior atua na construção do conhecimento profissional, com destaque para a ética e a responsabilidade sócio-ambiental, portanto o profissional da educação superior está comprometido com o desenvolvimento socioeconômico de cada discente.

anuncio