Jornada do Patrimônio aborda origens de cidades no Vale do Paraíba

Edição ocorre entre 14 e 20 de agosto com visitas monitoradas a bens históricos e oficinas de arqueologia em Guaratinguetá, São Luiz do Paraitinga, São Sebastião e Bananal


Estação Ferroviária de Guaratinguetá é um dos lugares com atividadesEstao Ferroviria de Guaratinguet um dos lugares com atividades (Foto : Divulgação)A Região do Vale do Paraíba vai receber, entre os dias 14 e 20 de agosto, a Jornada do Patrimônio, programa do Governo do Estado de São Paulo, que vai promover visitas e atividades educativas em Guaratinguetá, São Luiz do Paraitinga, São Sebastião e Bananal. Os roteiros turísticos começam no dia 16, quarta-feira, e para o fim de semana dos dias 19 e 20, a Jornada preparou uma agenda especial com visitas monitoradas, palestras, oficinas e aulas públicas.

A intenção do programa é mostrar aos visitantes as origens de cada cidade, identificando prédios e monumentos históricos que guardam a memória de gerações de forma física ou imaterial.

Com a palestra "O patrimônio histórico enquanto documento histórico", Guaratinguetá começa a rodada de atividades no dia 14 (segunda-feira), na Ferroviária da Guaratinguetá. Na quinta-feira, 17 de agosto, a estação recebe também mais uma palestra sobre "A memória ferroviária da cidade", com o professor Marco Giffoni. As entradas são gratuitas.

No fim de semana começam as visitas guiadas aos patrimônios históricos. Com saídas às 09h00, 10h00 e 11h00 de sábado (19) e domingo (20), o roteiro terá duração de 30 minutos para grupos de até 20 pessoas. O percurso a pé passará pelos principais bens de Guaratinguetá, como a Estação Ferroviária, Museu Histórico Pedagógico Conselheiro Rodrigues Alves, Igreja Matriz de Santo Antônio e Solar Rangel de Camargo.

Já em São Sebastião, a programação tem início no dia 18, sexta-feira, às 09h30, com uma caminhada pelo Centro Histórico. O trajeto terá a duração de aproximadamente 1 hora e meia, passando pela Igreja Matriz, Capela de São Gonçalo, Câmara Municipal e antiga Casa de Câmara e Cadeia. No período da tarde, haverá a oficina de Arqueologia e Roda da Jornada na Fazenda Santana, das 14h00 às 16h00, com capacidade para 30 pessoas.

As visitas monitoradas retornam no sábado e domingo, dias 19 e 20. Pela manhã, as saídas serão às 09h00, em frente da Secretaria de Turismo (Avenida Altino Arantes, 174, Centro) rumo às capelas caiçaras entre Maresias e Toque-Toque. Serão disponibilizadas 20 vagas. Antes do retorno, será servido o tradicional café caiçara aos visitantes. No período da tarde, ocorrem duas visitas ao Centro Histórico. A primeira será pelo Roteiro Religioso, às 15h00, e o segundo pelo Roteiro Oficial e Civil, às 16h00. São 30 vagas para cada passeio e terá como ponto de encontro a Secretaria de Turismo.

No domingo, a Jornada começa com visitas às Capelas da Imaculada e do Sagrado, terminado o trajeto na Barra do Sahy. O passeio guiado terá duração de duas horas. Já à tarde, o percurso será pelos bens históricos do bairro de São Francisco, Convento e Batuíra e contará com uma roda de conversa com os congos antes do encerramento do passeio. O ponto de encontro será o Convento Franciscano, às 15h00.

A programação da Jornada do Patrimônio está disponível no site www.jornadadopatrimonio.sp.gov.br. As atividades de São Luiz do Paraitinga e Bananal serão divulgadas em breve.

*Fonte: Governo do Estado de SP