Yatho lança novo álbum e realiza ciclo de atividades culturais

Trio musical divulga registros fotográficos inéditos, workshops e oficinas


A partir do experimentalismo intrínseco e da necessidade de catalisar sentimentos e sensações através da música, os amigos Mario Gascó (sitar e percussão), Taian Cavalca (teclas e programação) e Thiago Klein (teclas e programação), atuantes de diversos e aclamados projetos da cena independente de rock brasileira, se unem em 2017, entre as cidades de Taubaté e São Paulo, para dar vida ao grupo Yatho, que desmistifica e promove novas possibilidades de criação e improviso ao unir elementos do digital e analógico em performances espontâneas de desordem controlada, como mantras uníssonos e convidativos, sem nenhum tipo de aprisionamento à normalidade ou rótulos.

Por meio de composições que ambientam e geram olhares e ouvidos curiosos, o trio vem pavimentando o seu caminho, munidos de instrumentos não tão habituais e programações melodiosas, desenvolvendo cada vez mais a musicalidade e aptidão artística individual para consolidar o coletivo. Em seus três primeiros notórios álbuns, todos gravados ao vivo e sem pausa entre as canções, a resposta foi imediata e a repercussão motivou os integrantes a se colocarem em busca de mudanças, novas formas e desafios, se apresentando não somente no Vale do Paraíba, interior de São Paulo; mas também em outras cidades e festivais.

Em 2021, no segundo semestre, ganha vida o mais novo lançamento da banda, o disco intitulado "como me sinto hoje", de seis faixas. Gravado, mixado e masterizado no estúdio Mono Mono LAB, a concepção da ideia, que teve início ainda em 2019, foi finalizada somente neste ano, em meio às turbulências e inquietações causadas pela pandemia em todo o mundo. O álbum é fruto de uma imersão estimulante e centelhas de inspiração, onde a densa bagagem pessoal foi deixada para trás em busca de um som no estado mais minimalista possível.

"Nos primeiros meses, quando tivemos que ficar isolados em casa, colocamos todo o processo em pausa. Em algum dia, depois de um bom tempo sem nem conseguirmos olhar para os instrumentos, começamos a lapidar e esboçar individualmente cada música, gravadas em improvisação e enviadas por aplicativos de mensagem; quando sem perceber, estávamos criando canções à distância. Neste meio tempo, cada um de nós se reconectou com os estudos de uma forma muito particular, seja focando em teoria musical, produção e até engenharia de som", explicam os integrantes.

Com o intuito de compartilhar um pouco mais sobre as realizações artísticas e os novos campos de atuação experimentados, foi consentido que, para além dos meios tradicionais de divulgação em plataformas de streaming, seria justo e efetivo explorar outras percepções. Paralelamente com a distribuição do CD, o público também poderá prestigiar virtualmente a exibição do show de lançamento, um videoclipe inédito, trechos do making of e, por fim, experimentar uma apresentação em um formato mais intimista, similar ao conceito do Tiny Desk, onde artistas se encontram em espaços mais compactos, sem palcos ou grandes estruturas.    

Tendo em vista que atividades presenciais não retornaram em sua totalidade, - principalmente as relacionadas à arte e cultura - ainda há certa inviabilidade de percorrer lugares com o espetáculo. Pensando em alternativas para promover o intercâmbio e a interação com a audiência, nos meses de outubro e novembro, os músicos disponibilizarão de forma online uma série de conversações no Instagram e um Ciclo de Formação em Música ministrado na plataforma Zoom, voltados à população do Vale do Paraíba e demais interessados: "É muito importante e até terapêutico para nós essa troca de conhecimento, principalmente agora. Uma das coisas que mais nos ajudou a manter a sanidade nesse período foi o consumo de cultura, arte e estudo, então é basicamente nosso dever compartilhar tudo que pudermos também, pois no fim das contas, vivemos pela conexão", ressaltam os músicos.

Entre oficinas e workshops, estão módulos que abordam a história e os principais fundamentos musicais, introdução a instrumentos não convencionais, apresentação de sintetizadores, temas do universo musical que tangenciam o processo criativo do grupo, produção musical e a utilização de ferramentas digitais no universo artístico.

O calendário de ações acontece por meio da aprovação de edital do ProAC (Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo) e toda a programação é gratuita sem restrição ao público. Você pode ouvir o grupo, obter informações sobre projetos e acessar os formulários para as inscrições através das redes da Yatho: Spotify, SoundCloud, Facebook e Instagram.

AGENDA:

  • 8/10 - Lançamento oficial do disco "como me sinto hoje"
  • 10/10 - Sessão Cavalo Branco
  • 13/10 - Oficina Yatho I - Ao vivo no Instagram
  • 15/10 - Oficina Yatho II - Ao vivo no Instagram
  • 20/10 - Lançamento do Videoclipe
  • 27/10 - Oficina Yatho III - Ao vivo no Instagram
  • 29/10 - Oficina Yatho IV - Ao vivo no Instagram
  • 01/11 - Apresentação do álbum "como me sinto hoje" ao vivo na Unibes Cultural
  • 08/11 - Curso Aula 1: Introdução ao universo musical
  • 09/11- Curso Aula 2: Apresentação de instrumentos não convencionais
  • 10/11 - Curso Aula 3: Apresentação de sintetizadores
  • 11/11 - Curso Aula 4: Composição musical
  • 12/11 - Curso Aula 5: Produção musical e ferramentas digitais
  • 20/11 - Lançamento do documentário do projeto
anuncio